Notícia publicada sexta-feira, 30 de outubro de 2015

astafix_2015

“End Ever” foi lançado em 2009 e o DVD “Live In São Paulo” em 2011. Foram quatro anos desde o último trabalho e seis desde o debut. Até que ponto a passagem de Paulo Schroeber influenciou neste hiato? Enfim, em qual ‘pé’ andava a concepção geral de “Internal Saboteur” até o falecimento do guitarrista?
Wally: Nós queríamos muito gravar esse disco com o Paulo e voltarmos pra estrada com ele, estávamos esperando ele melhorar pra gravar esse álbum, já estávamos compondo desde 2011 juntos, inclusive tentamos gravar em 2011, mas o Paulo acabou ficando meio mal nessa época, lembro que foi logo apos voltarmos de alguns shows na Argentina, ele me falou pra gente dar um tempo, e tentar gravar em 2012, mas não rolou tambem, e entao nós fizemos a tour na Europa, com o Cássio Vianna substituindo o Paulo, voltamos da tour e rolou essa pequena pausa em 2013, o Paulo tinha melhorado no fim do ano, e estava bem animado pra gravarmos, começamos a agendar as datas com o Brendan Duffey (produtor do album), só que no começo de 2014, ele piorou e acabou não resistindo, só voltamos a ensaiar e começamos a gravação do Internal Saboteur no final de 2014.

E como a banda sentiu isso e passou para o novo álbum? O fato fez com que vocês entrassem com mais gana para finalizar o trabalho?
Wally: Acho que tudo que a gente passou nesses últimos anos acabou refletindo no álbum, a energia foi muito forte durante a gravação, entramos no estúdio com essa vontade de destruir tudo!

“Internal Saboteur” traz o dobro de peso em relação a “End Ever” que já era um trabalho pesado. Isso fluiu de forma natural ou foi algo que a banda investiu mesmo na hora de executar as composições?
Wally: As músicas já foram saindo assim, a gente baixou mais ainda a afinação dos instrumentos, acho que isso ajudou também no resultado final deixando o disco mais pesado, e também tem bastante raiva, e uma energia alucinante, na execução e na interpretação das músicas, acho que isso ajudou bastante também.

Leia a entrevista completa pelo link:
http://blogartemetal.blogspot.com.br/2015/09/entrevista-astafix.html

Contato: contato@astafix.com.br

Sites Relacionados:
www.astafix.com
www.facebook.com/astafix1
www.metalmedia.com.br/astafix