Notícia publicada terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Franciane: Durante esses anos na estrada, quais as diferenças entre 1984 e 2014 vocês notaram e vivenciaram na cena Metal Nacional?

Marcelo: Acho que teve muita evolução no Metal nacional, percebo que as bandas estão mais preparadas do que na época. Na década de oitenta a gente pensava muito na atitude Metal e trazemos isso até os dias de hoje.Hoje com o universo digital facilitou a vida de músico, além dos veículos de comunicação, como a internet. Outra coisa que teve grande evolução foram os produtores de shows, assessorias de imprensa, revistas, sites, estúdios…

Leia a entrevista completa:
http://stayrockadvertising.com/entrevista-necromancia/#sthash.i42tXL65.dpuf

Sites relacionados:

www.necromancia.net

www.facebook.com/necromanciabrazil

www.metalmedia.com.br/necromancia