Notícia publicada terça-feira, 19 de março de 2013

O NERVOCHAOS concedeu uma entrevista para o site SOM EXTREMO, confira um excerto:

Som Extremo: A evolução do novo disco é notável, com músicas um pouco mais variadas e trabalhadas. A que você acha que isso se deve? Concordariam que esse é o mais maduro da carreira?
Edu Lane: Sim, concordo contigo e fico contente em saber da sua opinião sobre o novo disco. Acho que estamos bem maduros já como banda e com essa formação, o que ajudou bastante nesse processo todo. Além disso, toda banda colaborou no processo de composição, o que também foi muito positivo. Aos poucos estamos conseguindo chegar na nossa sonoridade própria e isso é muito gratificante. Cada disco nosso é uma evolução do anterior e sempre queremos nos superar e evoluir, mas sem perder as nossas raízes e a nossa proposta inicial.

Som Extremo: Ainda assim, o som da Nervochaos permanece naquele Death Metal cru e ‘old school’, como você mencionou. Como evoluir dentro do estilo, na sua opinião?
Edu: Sinceramente, nós não nos preocupamos com isso e nem ficamos pensando nisso. Conosco as coisas fluem naturalmente. Nós nunca quisemos ser a banda mais técnica ou mais rápida ou mais podre do planeta. Não queremos inventar a roda, e sim mantê-la girando. Com o tempo, a evolução acontece naturalmente, e as mudanças de formação também trouxeram ‘sangue novo’ para a banda. Eu sempre me preocupo em fazer músicas que nos agradam, independentemente do estilo. Estamos em constante busca pela nossa sonoridade própria e talvez isso nos faça evoluir, mas permanecendo dentro da nossa proposta inicial.

Som Extremo: A produção também está mais caprichada e incrivelmente mais pesada do que os trabalhos anteriores. Chegar a esse resultado foi difícil?
Edu: Obrigado. Nós também gostamos bastante do resultado final. Foi a primeira vez que mixamos e masterizamos um trabalho nosso fora do Brasil. Escolhemos Alex Azzalli justamente por termos trabalhado com ele durante a nossa turnê Européia em 2011. Pudemos acompanhar de perto o trabalho dele e ficamos muito impressionados. Além disso, nós nos tornamos amigos e tudo isso acabou facilitando a escolha dele, que realmente conseguiu extrair o melhor de cada faixa e deixar o novo disco com uma produção bem pesada e mais cristalina do que qualquer material que lançamos até o momento.

Para ler a entrevista completa, visite:
http://somextremo.blogspot.com.br/2013/03/entrevista-nervochaos.html

Ouça uma música:

Contato para shows e mercandise: nervo666@hotmail.com

Sites Relacionados:
www.facebook.com/NervoChaos
www.myspace.com/nervochaos
www.metalmedia.com.br/nervochaos