Notícia publicada segunda-feira, 07 de janeiro de 2013

rhevan

Guitarras pesadas, cozinha eficiente e ótimos arranjos de teclados, além dos belos vocais de Dani Navarro são alguns dos elementos que chamam atenção no novo trabalho. Como vocês definiriam a sonoridade do Rhevan?
Aldo Carmine: A ideia é não se prender a padrões. Se soa bem, é coerente, por que não? Só tem que ser Heavy Metal!

O foco de vocês é o Gothic Metal, mas notei influências do Metal tradicional e até de Prog Metal na sonoridade da banda. Vocês concordam com isso?
Aldo Carmine: Nosso foco é fazer a música que nos agrada, independente do estilo, e não digo q o foco é o que costumam chamar de Gothic Metal, que para mim é mais o estilo de bandas como Tristânia. No caso, o que nos caracteriza mais como Symphonic Metal são os arranjos de orquestra, que é algo que me fascina há muito tempo. Mas todos nós amamos Metal Tradicional, e está sim cada vez mais presente em nossas músicas.

A incursão de coros ficou muito apreciativa, dando um ar clássico e épico às composições de “One More Last Attempt”.
Aldo Carmine: Sim, é outra coisa que sempre curti demais! E temos uma galera que está se saindo muito bem nisso (risos). Rainland é uma faixa que curto muito pelo excelente coral que conseguimos fazer.

É difícil não fazer essa pergunta. O Metal viu surgir uma avalanche de bandas fazendo Gothic Metal e se utilizando de vocais lírico femininos, o que fez com que o estilo ficasse saturado. Como é trabalhar em um estilo assim para fugir do comum, enfim, não soar o mais do mesmo?
Aldo Carmine: Definitivamente não gosto desse termo “saturado”. O que é algo “saturado”? Algo em grande quantidade? Ora, se for assim tudo está saturado! Quantas bandas de Metal Tradicional, Death, Thrash, Blues, Classic Rock existem hoje em dia? Incontáveis. Acho sim que em todos os estilos existam as ruins e as boas bandas, e estas prevalecerão. Queremos sempre evoluir, nos renovar, mas a característica de cada integrante sempre estará lá.

Como tem sido a divulgação do novo álbum e sua repercussão? Como as novas músicas tem sido recebidas pelo público nos shows?
Aldo Carmine: O álbum foi lançado há um mês, pela Shinigami Records, e temos recebido ótimas críticas, as resenhas tem sido super positivas e estamos muito felizes com isso.

Leia a entrevista completa pelo link:
http://blogartemetal.blogspot.com.br/2013/01/rhevan-sempre-evoluindo.html

Contatos para shows e merchandise: rhevanofficial@hotmail.com

Sites Relacionados:
www.rhevan.com
www.myspace.com/rhevan
www.metalmedia.com.br/rhevan